Impostômetro registrará pagamento de R$ 1 trilhão em impostos na próxima segunda-feira


De acordo com um estudo do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT), o brasileiro trabalhou até o dia 31 de maio apenas para pagar impostos

O Impostômetro instalado na sede da Federação das Indústrias do Estado do Espírito Santo (Findes) registrará R$ 1 trilhão em tributos às 12h30 desta segunda-feira (29). A marca, referente aos impostos municipais, estaduais e federais pagos por todos os brasileiros desde o dia 1º de janeiro, será alcançada em tempo recorde: em 2014, o valor foi atingido apenas no dia 12 de agosto. De acordo com um estudo do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT), órgão responsável pela metodologia de Impostômetro, o brasileiro trabalhou até o dia 31 de maio apenas para pagar impostos, o equivalente a 41% dos salários. A carga tributária brasileira corresponde a 35,7% do PIB, a maior entre os Brics, a segunda maior da América Latina, atrás apenas da Argentina (37,3%) - e uma das 30 maiores do mundo. Ritmo de arrecadação Em maio deste ano, o Impostômetro alterou a forma de medição da carga tributária, em função da mudança na metodologia do cálculo do PIB implementada em março pelo IBGE. Com isso, os valores exibidos pelo painel passaram a considerar novos dados de arrecadação de Imposto de Renda Retido dos funcionários públicos estaduais e municipais e novas taxas e contribuições federais determinadas pela Lei nº 13.080/2015. Também foram incluídas arrecadações de municípios que não estavam sendo informadas à Secretaria do Tesouro Nacional. Confira alguns dos itens básicos do cotidiano e sua carga tributária: - Água mineral: 44% de impostos; - Açúcar: 32%; - Arroz: 17%; - Feijão: 17%; - Sabonete: 37%; - Gasolina: 53%; - Livro: 18%; - Roupas: 35%. Serviço: Impostômetro registra R$ 1 trilhão Data: Segunda-feira (29) Horário: 12h30min (aproximado) Local: Findes, na Reta da Penha

- 26/06/2015 - www.folhavitoria.com.br


₢ 2018 - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por Monica Ferraz de Almeida