Empresas perderam R$ 900 bi com ataques de hackers

Com estratégias cada vez mais sofisticadas, hackers estão trazendo prejuízos para diversas companhias.

 

Para quem acredita que vírus e a atuação de hackers não representam uma ameaça real para a vida de qualquer empresa, aqui vai um número interessante: Somente nos últimos 12 meses, empresas perderam US$ 280 bilhões (cerca de R$ 900 bilhões) por conta de crimes digitais.

Esse número foi obtido em uma pesquisa intitulada “International Business Report – The Global Impact of Cyber Crime”. O estudo foi realizado com mais de 2500 líderes de empresas, baseadas em 36 economias.

A constatação feita pelo estudo ajuda a comprovar duas coisas:

  • que hackers estão fazendo uso de estratégias cada vez mais elaboradas para invadir empresas e roubar suas informações e dinheiro. E

  • o número de vítimas só tende a aumentar. Em 2015, 15% das companhias pesquisadas tinham sofrido ataque de hackers. Já em 2016, essa parcela subiu para 21%.

A pesquisa também verificou que mais da metade das empresas participantes (52%) não tem nenhum seguro ou proteção contra hackers. Somente 35% das empresas pesquisadas afirmaram ter algum seguro contra esse dano e 13% não souberam responder.

 
Extorsão

Alguns ciberataques acontecem passivamente. Um funcionário recebe, por exemplo, um e-mail com um link suspeito ou instala um programa malicioso, sem ter noção de que está permitindo que um vírus entre em seu computador.

Uma vez dentro da máquina, o vírus coleta informações sobre a empresa e o funcionário e as envia para o hacker.

O criminoso pode então vender esses dados para concorrentes ou usá-los para extorquir dinheiro da companhia.

A extorsão, inclusive, é o método de atuação preferido quando as vítimas são companhias de serviços financeiros, já que 46% dos ataques a esse tipo de empresa envolvem extorsão.

 

Consequências

Além da perda financeira, as companhias tem outro grande prejuízo: a perda de reputação.

Um exemplo famoso é o Yahoo, que recentemente divulgou que, há 3 anos, teve roubadas informações de mais de 1 bilhão de contas. Esse pode ter sido o maior ataque hacker realizado contra uma empresa e fez com que as ações da companhia desabassem.

Outro dano às companhias é o aumento no tempo de gestão. Mais preocupados com ataques, as empresas se dedicam mais a criar mecanismos de proteção.

Além disso, há o risco de troca ou perda de clientes, que afeta 16,4% das empresas que sofreram ciberataques.

 

Fonte: Blog Skill

 

Please reload

    ₢ 2018 - Todos os direitos reservados
    Desenvolvido por Monica Ferraz de Almeida